publicidade

Geral

Lins pode ter megabateria reunindo todas as escolas de samba

Redação Debate no dia 10 de janeiro de 2019 às 10:53
Emerson Secco - Reunião com representantes das escolas de samba

Ocorreu ontem, na Casa da Cultura, a primeira reunião para discutir o carnaval 2019, que começa em 1º de março.

Já é certo que não haverá o tradicional desfile das escolas de samba, mas uma proposta apresentada pelo professor, carnavalesco e colunista social do Debate, Ricardo Assef, pode aquecer a festa de momo na cidade.

Ele propôs a união de todas as agremiações locais para formar uma megabateria com integrantes de todas as escolas de samba. “É um sonho que tenho há 40 anos. Fazer uma bateria com 300 integrantes ou mais, envolvendo todas as escolas para a gente tentar fazer o carnaval de Lins renascer. Atrás da bateria viriam os pavilhões das escolas e os blocos. Gostaria muito de reger essa bateria com o apoio de outros mestres”, afirmou.

 

© Copyright 2019 - Jornal Debate