publicidade

Cilmar Machado

O CLUBE COMERCIAL AGONIZA...

Cilmar Machado no dia 05 de fevereiro de 2019 às 09:27
DIVULGAÇÃO

Clube Comercial, mais um gigante que tomba agonizante! Seu passado de intensas e inúmeras glórias não pode salvá-lo da interdição pela Defesa Civil da cidade. O fato deu-se após a queda de uma de suas paredes, conforme o Debate divulgou. O abandono dos últimos anos já havia provocado anteriormente a queda da cobertura de seu salão. O Comercial, que era um clube social, está sem diretoria, portanto, quem responda por ele.

            Nós, os mais antigos, fomos testemunhas dos anos de glória do Comercial, que abrigou memoráveis disputas esportivas nas décadas de 60 e 70, quando então sediou os jogos do campeonato estadual disputado pela nossa equipe de vôlei masculino, que teve em seus quadros nomes como: Ibrainzinho, Mourão, Petrônio, Espingarda e tantos outros jogadores. Na ocasião, o vôlei linense recebeu no Comercial equipes famosas como Palmeiras e Clube Tietê, de Sampa. A população vibrava comprimindo-se na quadra-salão do clube.

            O Clube Comercial rivalizava-se com o Clube Linense e ambos promoviam seus bailes de Debutantes e animadíssimo Carnaval. Naquele tempo, a sociedade linense era bastante definida e fechada a ponto de o Clube Linense ser o da soçaite, dos fazendeiros, dos ricos de então enfim e o Clube Comercial ser da classe média e trabalhadora. Foi também no Comercial que, pela vez primeira e por muitos anos, o Sindicato dos Comerciários, realizou seu badaladíssimo campeonato de futebol de salão arrastando multidões para acompanhar os jogos.

            A diretoria do clube era constituída por cidadãos ligados ao povo e teve em seu comando o senhor Luiz Antônio Garavello, muito antes dele se tornar Il Cappo do famoso Consórcio Nacional Garavello, sendo na época professor de artes na Industrial (Fernando Costa) e dono de uma fábrica e loja de móveis de fórmica (Móveis Douglas, lembram-se?). 

            Um passado de tantas e inesquecíveis glórias jamais poderia levar o Clube Comercial ao abandono em que se encontra.  Segundo o coordenador da Defesa Civil Wagner Saoncella, os responsáveis serão notificados e intimados a tomar as providências que visem a recuperação da construção. É aí que Saoncella se verá numa sinuca de bico. Notificar a quem se já de há muito não existe uma Diretoria respondendo pelo clube? Tudo indica que a prefeitura deva incorporar o Comercial ao seu patrimônio. É lógico que, para isso, há aspectos jurídicos a serem observados. Vamos aguardar os próximos capítulos de tão triste novela...

Notícias: Cilmar Machado
Cilmar Machado no dia 23 de abril de 2019 às 12:10
Cilmar Machado no dia 16 de abril de 2019 às 09:16
Cilmar Machado no dia 09 de abril de 2019 às 17:32
Cilmar Machado no dia 02 de abril de 2019 às 08:59
no dia 19 de maro de 2019 às 17:05
Cilmar Machado no dia 12 de maro de 2019 às 10:28
© Copyright 2019 - Jornal Debate