publicidade

Geral

Técnico novo e velhos problemas ofensivos

no dia 14 de maro de 2019 às 16:03
Atualizada em 14 de maro de 2019 às 16:07
- Tuca Guimarães durante treino ontem no Gilbertão (foto:Emerson Secco)

A falta de opções de atacantes velozes pelos lados, devido à contusões, continua depois da chegada do técnico Tuca Guimarães, que assumiu o comando da equipe na segunda-feira.

Lucas Machado, trazido para preencher a vaga de Carlos André, que fez só três jogos e continua no departamento médico, estreou com tudo diante do Votuporanguense, fez boas jogadas, perdeu gols, mas se machucou.

Ele ficou fora da partida contra o XV de Piracicaba, no Barão da Serra Negra, e segue como dúvida para o clássico diante do Penapolense. As opções no momento são o argentino Franco e o jovem Luan.

Tuca Guimarães disse na chegada que gosta de usar um camisa 9 e ele tem duas opções que pouco jogaram com o ex-treinador: Wellysson e Rafael Carioca.

No setor defensivo, Tuca não poderá contar com o zagueiro Magno Alves, que está suspenso pelo terceiro amarelo.

Últimos confrontos

Linense e Penapolense se enfrentaram pela última vez na Copa Paulista de 2017. Foram dois jogos com duas vitórias do Linense: em Lins por 3 a 1 e em Penápolis por 1 a zero.

Pelo Paulistão as equipes se enfrentaram duas vezes. O Penapolsense subiu em 2012 e disputou o Paulistão nos anos de 2013, 2014 e 2015, quando foi rebaixado. O Linense subiu em 2010 e disputou as edições de 2011 até 2018. Nos três anos do Penapolense na elite, houve enfrentamento em 2013, em Lins, 1 a 1; em 2014, as equipes caíram no mesmo grupo; no ano seguinte, 2015, o Penapolense recebeu o Linense e venceu por 3 a 1, no Tenente Carriço.

© Copyright 2019 - Jornal Debate