publicidade

Esportes

Vítima de racismo, o ex-Linense Serginho abandona jogo do Campeonato Boliviano

Redação no dia 21 de maro de 2019 às 10:26
DIVULGAÇÃO

Jogador recebeu a solidariedade do presidente do país, Evo Morales Mais um lamentável episódio de racismo macula o futebol sul-americano. Na Bolívia, o ex-atacante do Linense, Serginho, de 34 anos, que joga pelo Jorge Wilstermann, foi vítima de discriminação racista por parte da torcida do Blooming, em jogo válido pelo Campeonato Boliviano. Serginho abandonou o campo, em protesto, aos 40 minutos do segundo tempo.

O brasileiro se preparava para cobrar um escanteio, ouviu os insultos das arquibancadas, cruzou o gramado inteiro e foi para os vestiários. Antes de deixar o campo, o brasileiro já tinha reclamado com a arbitragem e, por isso, o uruguaio Latorre, do Blooming, pediu à sua torcida que parasse com os xingamentos. Nas redes sociais, o presidente boliviano Evo Morales solidarizou-se com o brasileiro. Em Lins, no jogo com o Votuporanguense, também houve uma denúncia à arbitragem contra a torcida atleticana. O fato foi relatado na súmula pelo árbitro.

© Copyright 2019 - Jornal Debate