publicidade

Geral

Decretada pelo TJ a prisão preventiva de empresário envolvido no golpe da compra de computadores e celulares

no dia 05 de abril de 2019 às 21:14
- Carga de Notebooks interceptada pela Polícia Civil em 2017 (foto: J. Serafim)

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) decretou a prisão preventiva do empresário linense Wesley Fernando da Silva Fernandes, no processo judicial em que ele é acusado por crime de estelionato e associação criminosa. Segundo o delegado João Luís Lopes Pandolfi, o mandado judicial foi cumprido pela Polícia Militar no dia 22 de março e desde então o empresário encontra-se no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Bauru.

O empresário foi indiciado pelo delegado no inquérito policial que apurou crime de estelionato e associação criminosa, concluído no dia 15 de dezembro de 2017. O golpe consistia em comprar aparelhos (notebooks e celulares) no nome das empresas para as quais prestava serviços. Os proprietários recebiam as contas das referidas aquisições e Wesley ficava com os aparelhos.

 

 

© Copyright 2019 - Jornal Debate