publicidade

Polícia

Ajudante de pedreiro é assassinado e deixa rastro de sangue

no dia 21 de maio de 2019 às 09:43
Atualizada em 21 de maio de 2019 às 16:00
- Viatura da PM (foto: Emerson Secco/Arquivo)

Um homem de 56 anos foi assassinado nesta madrugada em Lins, no bairro do Ribeiro. Ainda não se sabe o motivo do crime. O ajudante de pedreiro Moacir Francisco da Cruz morava na rua João José Garcez de Novaes, 30.

Moacir foi gravemente ferido em sua casa, mas conseguiu sair e andar por cerca de 400 metros, até cair na rua Santos Dumont, onde foi encontrado pela PM. Ele chegou a ser levado à Santa Casa, mas faleceu. Moacir perdeu sangue em ambundância. Na casa e no trajeto que fez até cair havia um rastro de sangue.

O delegado João Pandolfi revelou que as primeiras informações indicam que Moacir teria um perfil violento, bebia e, supostamente, seria usuário de entorpecente. Segundo o delegado, Moacir foi agredido a pauladas, apresentava ferimentos na cabeça e o pulso fraturado. Ainda segundo o delegado, essa lesão no pulso teria rompido a veia radial, o que fez ele perder muito sangue e morrer.

Tráfico e associação

Duas mulheres, um homem e dois adolescentes foram presos por tráfico de drogas e associação à noite no bairro do Rebouças. A ocorrência foi apresentada na CPJ pela Polícia Militar. Houve apreensão de cocaína, crack e maconha. O delegado Flávio Cella e Santos lavrou o flagrante.

 

 

© Copyright 2020 - Jornal Debate