publicidade

Polícia

Em Promissão, ladrões são presos após roubo em mercearia

no dia 06 de agosto de 2019 às 20:12
- Batalhão do 44º BPMI (foto: Emerson Secco/Arquivo)

O delegado Thales Eduardo Anhesine lavrou o flagrante e ratificou as prisões de Giovane Henrique Matheus Gomes, de 20 anos, morador de Lins, e Khelvis César Gomes Florencio, 23 anos, de Promissão.

O roubo ocorreu por volta das 12 horas, no sábado, dia 3, na avenida Eurico Gaspar Dutra. A dupla fugiu em uma motocicleta. A Polícia recuperou R$ 884,00 que haviam sido roubados e apreendeu um revólver calibre 32, municiado com três cartuchos, utilizado no crime.

Quando os ladrões chegaram, estavam no estabelecimento o proprietário e dois clientes. Um dos ladrões empunhava uma arma de fogo e agiu de forma ameaçadora, chegando a apontar a arma para uma cliente e a obrigando a entrar no banheiro dos fundos do prédio. Enquanto isso, o comparsa fazia a arrecadação dos bens, posteriormente recuperados pelos policiais.

Durante a perseguição pelas ruas da cidade, em um momento de emparelhamento da viatura com a motocicleta, um dos ladrões deixou cair um celular, que era de propriedade do comerciante. O outro celular recuperado estava no bolso da blusa de Khelvis e pertencia a um dos clientes. Com ele também os policiais apreenderam R$ 500,00.

A perseguição continuou até a rodovia Kitizu Utyiama, perto da portaria do frigorífico, o piloto perdeu o controle e os dois caíram. A bolsa na qual levaram os bens roubados caiu no asfalto, espalhando tudo.  

O condutor da moto ainda tentou correr, mas foi contido pelo cabo Tavares. O passageiro foi perseguido e dominado pelo cabo Márcio. No início da fuga, ele havia deixado cair a arma de fogo. O policial conseguiu alcançá-lo à cerca de 100 metros depois, em uma mata. Segundo os policiais, Gionavi assumiu a propriedade da arma. Disse que foi a Promissão, encontrou-se com Khelvis e planejaram o assalto. Khelvis, por sua vez, disse que estava em Lins, na casa de parentes, e foi procurado por Gionavi para realizarem o roubo.

 

© Copyright 2019 - Jornal Debate