publicidade

Geral

Mercado linense fechou 33 vagas em julho

no dia 23 de agosto de 2019 às 21:00
- Carteira de Trabalho (Foto: Emerson Secco)

Os dados divulgados ontem pelo Caged, órgão ligado ao Ministério da Economia, mostram que Lins fechou 33 vagas no mês de julho – 497 contratações e 530 desligamentos. Com saldo de (-) 30, a indústria de transformação foi quem mais demitiu, 150 trabalhadores, e contratou 120. O comércio fechou o mês com saldo de (-) 28 – 115/143. O setor de serviços mostrou vigor, abrindo 26 vagas – 232/206.

Considerando o desempenho anual, no período de janeiro a julho, Lins continua com saldo positivo, de 171 vagas. O comércio fechou 186 postos de trabalho (935-1.121) e a construção civil 85 (174-259). Mas a indústria de transformação, com 343 vagas abertas (1.466-1.123) e os serviços com 110 (1.639-1.529),  mantiveram o saldo final no azul.

No mês de junho, Lins tinha criado 21 postos de trabalho, mas nos dois meses anteriores o saldo havia sido negativo (-) 50 e (-) 45.

Em julho, segundo o Caged, o Brasil criou 43,8 mil empregos formais.

© Copyright 2019 - Jornal Debate