publicidade

Polícia

Polícia Científica realiza cursos para peritos em Lins

no dia 26 de setembro de 2019 às 11:26
Atualizada em 26 de setembro de 2019 às 11:32
- Maria Emilce, José Queiroz, Álvaro, Maurício Lazarin e Adriane Pagnan (Foto: IC)

No dia 19 de setembro, o diretor do Instituto de Criminalística de São Paulo, Maurício da Silva Lazzarin, esteve na Unilins para a assinatura de convênio com a Fundação Paulista de Tecnologia e Educação (FPTE), representada por sua presidente, professora Maria Emilce Ferreira Villela Pastorello.  

A reunião contou com as presenças do reitor da Unilins, José Aparecido Queiroz e dos peritos criminais Álvaro Alves da Silva Júnior (diretor do Núcleo de Perícias de Bauru) e Adriane da Silva Alípio Pagnan (assistente técnica da diretoria do Instituto de Criminalística).

O Instituto de Criminalística da Polícia Técnico-Científica do Estado de São Paulo, em parceria com a Unilins, já realizou este ano cursos de aperfeiçoamento nas áreas de documentoscopia, cadeia de custódia, identificação veicular, balística, crimes contra pessoa, fotografia forense, engenharia forense, recursos humanos e finanças, contemplando cerca de 600 policiais técnico-científicos das carreiras de perito criminal, desenhista e fotógrafo.

A iniciativa é direcionada a profissionais do interior, oriundos dos núcleos periciais de Araçatuba, Araraquara, Bauru, Marília, Presidente Prudente, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto, que receberam treinamento sem precisar se deslocar até a capital, minimizando custos e o tempo que os profissionais se ausentaram de suas sedes de exercício.

© Copyright 2019 - Jornal Debate