publicidade

Geral

Ex-prefeito de Guarantã é condenado por improbidade

no dia 30 de setembro de 2019 às 21:00
- Ex-prefeito Iochinori Inoue (foto:Divulgação)

O ex-prefeito de Guarantã, Iochinori Inoue, e o ex-coordenador de compras do município, Alfredo Benedito Júnior, foram condenados na última semana por atos de improbidade administrativa, com base em ação proposta pelo Ministério Público Estadual. Ambos os réus tiveram os direitos políticos suspensos por cinco anos e foram sentenciados ainda a ressarcir o erário municipal no valor de R$ 208.853,55 e a pagar multa civil no mesmo valor do dano causado. No período entre 2009 e 2016, ambos realizaram gastos exorbitantes com compras de peças automotivas de reposição pela Prefeitura. Além disso, custos com multas de trânsito e gêneros alimentícios foram lançados em requisições como se tivessem sido feitos com peças de veículos.

O esquema fraudulento permitiu, por exemplo, a aquisição de peças automotivas sem licitação. Em alguns casos, empresas que venceram procedimentos licitatórios não tiveram um único item comprado pela prefeitura, mesmo tendo contrato em vigência com o município em períodos nos quais foram feitas compras sem licitação de outras empresas.

© Copyright 2020 - Jornal Debate