publicidade

Esportes

Linense busca treinador

no dia 29 de outubro de 2019 às 08:52
- Asato durante a reunião do Arbitral, na semana passada (foto: FPF)

O presidente do Linense, Leandro Asato, disse ontem ao Debate que espera fechar com o treinador para a A-3 até a próxima semana. A prioridade é um profissional conhecedor da divisão.

Dos 16 clubes, seis já têm treinadores: Rio Preto, Regis Angeli subiu com o Monte Azul à A-2 este ano; Comercial, Roberval Davino; EC São Bernardo, Renato Peixe; Grêmio Osasco, Luiz Carlos (ex-zagueiro da Ponte Preta); Marília, Ricardo Costa e Paulista de Jundiaí, Edson Fio. Paulista e Marília decidem o título da Segundona. No primeiro jogo, em Marília, houve empate sem gols. O Noroeste chegou a iniciar planejamento com Luiz Carlos Ferreira, mas após 23 dias o treinador saiu alegando divergência de ideia. O clube disse que não havia contrato assinado.

Entre os técnicos que trabalharam na A-3 no ano passado, dois são conhecidos da torcida do Linense: Betão Alcântara (Noroeste) e Catanoce (Rio Preto). Ex-treinador do Linense com rápida passagem na A-1, Luciano Quadros, ex-goleiro do XV de Piracicaba, rodou também pelo interior de São Paulo e Rio de Janeiro e está no mercado.

Nomes consagrados no interior como Edson Só e Vílson Tadei já têm clubes acertados. Edson fechou com o Penapolense e Tadei com o Gama (DF).

Cota da Federação

Leandro asato confirmou ao Debate que o valor da cota da Federação para o Linense na A-3 será de R$ 350 mil, repassadas em cinco parcelas.

Debate-Bola

O programa entrevista hoje o gerente de Futebol do Linense, Luís Fernando Hannecker. O programa começa às 12h30. Ouça pelo site do jornaldebate.com.br.

© Copyright 2019 - Jornal Debate