publicidade

Cilmar Machado

TRAPALHADAS PRESIDENCIAIS...

Cilmar Machado no dia 05 de novembro de 2019 às 10:00
DIVULGAÇÃO

Nunca o Halloween, o chamado Dia das Bruxas, foi tão vivamente comemorado no Brasil como na semana passada. O bicho esteve solto, especialmente na política. Enquanto o presidente Bolsonaro realizava um périplo pelo Oriente em busca de investimentos na economia brasileira, a coisa ficava brava nos bastidores tupiniquins. A publicação na internet do vídeo com um leão (Bolsonaro) perseguido pelas hienas (eventuais desafetos de seu governo) exigiu a retratação de Jair até mesmo quando fora de nosso país. Seguiu-se a suposta ilação do envolvimento do presidente no episódio do assassinato da vereadora Marielle e seu motorista. Um porteiro trapalhão ou mal-intencionado, mentiu ligando os supostos assassinos a Jair. Foi outro bafafá! Promotoras de justiça do Rio, especialmente designadas para o caso, colocaram um fim a essa probabilidade concluindo comprovadamente que o porteiro faltou com a verdade. O episódio foi mais uma tentativa de arranhar a imagem do presidente. Como se isso não bastasse, o deputado mais votado no Brasil Eduardo Bolsonaro, comentando o crescimento e a ação da esquerda no Chile e a possibilidade de ela também provocar manifestações extremas em nosso país, aventou a possibilidade da reimplantação do AI-5. Foi outro Deus nos acuda! Políticos, autoridades, associações se manifestaram imediatamente contra tal ideia, abominando a fala de Eduardo que, acuado, viu-se na obrigação de se retratar, o que de fato aconteceu. Outro membro da família Bolsonaro mostrou-se malvisto pela grande imprensa e autoridades. É muita zebra numa só semana ...

            Com trapalhadas como essas gastaram-se horas de televisão, tintas de jornais e muito espaço em comentários no rádio e na internet. De certa forma, veio diminuir o brilho e oportunismo da viagem de Jair, que acertou no alvo ao buscar em outras paragens mais ricas e estáveis o investimento financeiro de que o Brasil tanto precisa. A verdade é que nosso presidente será o das reformas imprescindíveis e de há muito necessárias. Suas trapalhadas verborrágicas são em muito compensadas pelo trabalho de uma equipe competente, leal e extremamente interessada em dar um jeito no Brasil. Após a aprovação da reforma da previdência vem aí a tributária e, quem sabe, também a política. Portanto, deixemos de pegar no pé do presidente. Ele é assim e assim o será durante todo mandato. Seu estilo em não deixar a batata assar e dar seu pitaco em tudo, em nada diminui o seu desejo em fazer o melhor pelo país e seu povo.

            O Brasil já teve presidentes de comportamento diferenciado e até mesmo folclórico: Jânio Quadros e a vassourinha varrendo a corrupção; Itamar Franco que se engraçou com uma carnavalesca teúda e manteúda no Rio; Dilma Rousseff com a história da festa da mandioca e agora, Bolsonaro com seus rompantes destemperados. O mais importante é o crescimento e desenvolvimento do Brasil. Vamos deixar as picuinhas e fofocas de lado, em nome da paz ...

 

cilmarmachado@yahoo.com.br

Notícias: Cilmar Machado
Cilmar Machado no dia 03 de dezembro de 2019 às 15:02
Cilmar Machado no dia 26 de novembro de 2019 às 10:11
Cilmar Machado no dia 19 de novembro de 2019 às 09:33
Cilmar Machado no dia 12 de novembro de 2019 às 08:56
Cilmar Machado no dia 29 de outubro de 2019 às 08:51
Cilmar Machado no dia 22 de outubro de 2019 às 08:45
© Copyright 2019 - Jornal Debate