publicidade

Geral

Empreendedores apresentam ao prefeito projeto de loteamento fechado na Fazenda Manduri

no dia 14 de novembro de 2019 às 08:57
- Reunião na Prefeitura (foto: Codec)

No dia 8, o prefeito Edgar de Souza e os secretários municipal Valentina de Lorenzo (Urbanismo e Obras Públicas) e Israel Alfonso (Desenvolvimento Sustentado) reuniram-se com os senhores Carlos Junqueira de Andrade Neto e Flávio Junqueira de Andrade Filho, representantes dos proprietários da Fazenda Manduri, e com técnicos em loteamento urbano que assessoram o empreendimento. Os visitantes apresentaram os estudos de um novo condomínio fechado naquela região e pediram informações sobre a construção da lagoa de contenção do córrego Campestre, em área pertencente à Fazenda Manduri.

O prefeito informou que a lagoa do córrego Barbosinha está em fase de finalização e que está em busca de recursos para a continuidade do projeto. Porém, destacou que a lagoa do Campestre será maior e de fundamental importância no enfrentamento das enchentes que ocorrem em Lins. Segundo o prefeito, o projeto ocupará uma área de 15 mil m² e terá capacidade de 18.500 m³ de água.

Atualmente, para autorizar novos projetos urbanos, a Prefeitura exige dos loteamentos que tenham projetos de contenção das águas, pois a enxurrada é resultante da impermeabilização por asfalto e construções desses empreendimentos. “Dado o reconhecimento da importância desta obra, por parte dos proprietários da área e assessores, daremos início aos procedimentos legais”, afirmou o prefeito no final do encontro. (com informações da assessoria de imprensa da Prefeitura)

© Copyright 2019 - Jornal Debate