publicidade

Polícia

Fernandão é assassinado em Júlio Mesquita

no dia 09 de janeiro de 2020 às 09:57
Atualizada em 09 de janeiro de 2020 às 19:06
- Fernando José Teodoro, Fernandão, de 51 anos (foto: Emerson Secco/arquivo)

O funcionário da Prefeitura de Lins e técnico de uma escolinha de futebol, Fernando José Teodoro (Fernandão), de 51 anos, foi assassinado. Fernandão mantinha um projeto com garotos, em Guaimbê, a 35 quilômetros.

O corpo foi encontrado pela Polícia ontem, por volta das 22 horas, no meio do mato na margem da estrada municipal Guaimbê-Júlio Mesquita e levado para o IML de Marília.

Ele estava na posição de decúbito dorsal ou supina (pessoa que deita com a barriga voltada para cima); sem camisa, de calção e descalço. No corpo, havia lesões na cabeça e no rosto.

O veículo de Fernandão, um Renault Megane, de cor prata, foi localizado em Guaimbê, na estrada velha, perto da BR-153. No porta-malas do veículo, a Polícia apreendeu uma camiseta azul com manchas de sangue.

Fernandão trabalhou na terça-feira de manhã na colocação de pedregulhos no entorno da pista da skate, que foi inaugurada no mesmo dia à tarde. Na quarta-feira, ele não apareceu para trabalhar na Prefeitura e desde então sua mulher passou a procurá-lo.

Ele era pessoa muito conhecida, principalmente no meio do futebol. Por décadas treinou garotos no campo próximo ao ginásio João Santos Meira, organizava e participava de campeonatos de futebol infantil.

A motivação para o crime ainda é desconhecida.

© Copyright 2020 - Jornal Debate