publicidade

Polícia

Homem atira algumas vezes na casa da ex-mulher

no dia 11 de janeiro de 2020 às 10:15
- Plantão Policial de Lins (foto: Emerson Secco)

Uma mulher de 22 anos informou à Polícia Civil que teve a casa alvejada pelo ex-marido, de 26 anos, aos 30 minutos da madrugada de ontem, em Lins.

A vítima já havia registrado outras quatro queixas contra o ex-marido, do qual se separou há um mês, após cinco anos de convivência. O casal tem um filho de 2 anos.  

Em razão de outros problemas, a Justiça concedeu a mulher medida protetiva, por meio da qual o homem não pode se aproximar dela.

O delegado Wanderlei Gonçalves Santos registrou o caso como descumprimento de medida protetiva, disparos de arma de fogo, homicídio qualificado tentado e violência doméstica.

A vítima contou que estava em casa na companhia do filho de 2 anos, da mãe e de seu irmão, todos repousando, quando o ex-marido passou em frente a casa, em um veículo, e efetuou alguns disparos de arma de fogo, fugindo em seguida. A mulher falou que observou duas marcas semelhantes a projéteis de arma de fogo na alvenaria frontal da casa; um terceiro disparo estilhaçou o vidro da janela da sala e atingiu a cômoda do quarto onde dormia seu irmão.

A mulher afirmou ao delegado não ter dúvidas de que foi o ex-marido que atirou. Segundo ela, ele prometeu matá-la.

Queimando fios furtados

A Polícia Militar apreendeu 90 quilos de fios furtados que estavam sendo queimados por dois homens, nas proximidades da linha férrea, no Jardim Primavera. Durante o patrulhamento de rotina, os policiais viram fumaça preta saindo de trás de uma moita de bambu e foram verificar. Um Monza foi deixado no local com o porta-malas cheio de fios.

 

© Copyright 2020 - Jornal Debate