publicidade

Geral

Movimentações dão esperança à APAE

no dia 29 de janeiro de 2020 às 17:17
- Presidente Hélio Patrício Ruiz expõe a situação da APAE durante a reunião (foto: Emerson Secco)

Pelo menos por hora, a APAE de Lins (e que atende a região) não vai mais fechar. A reunião extraordinária convocada pelo presidente Hélio Patrício Ruiz, que foi realizada hoje de manhã, serviu para dar mais publicidade ao tamanho da dívida da entidade, que passa de R$ 900 mil, e sensibilizar os prefeitos e a sociedade sobre o problema financeiro.

O prefeito Edgar de Souza falou ao Debate que a entidade não vai fechar e que vai ampliar o convênio podendo assim aumentar o repasse de recursos. Edgar falou também que se for necessário fará uma intervenção para manter o atendimento.

“A gente sai no mínimo esperançoso da reunião”, disse o presidente.

Segundo Hélio, o déficit mensal da entidade é de R$ 20 e R$ 25 mil. Ainda segundo ele, o dinheiro recebido de convênios paga o salário dos funcionários, mas não cobre os encargos trabalhistas, que ficam para a instituição honrar com recursos próprios.

Como fonte de recurso próprio, a APAE tem 130 sócios que pagam R$ 20,00 por mês e promoções com rifas.

© Copyright 2020 - Jornal Debate