publicidade

Esportes

Murilo é vendido ao futebol coreano e rende R$ 450 mil ao CAL

no dia 12 de fevereiro de 2020 às 21:31
Atualizada em 12 de fevereiro de 2020 às 21:35
- Murilo defendeu o CAL no Paulistão de 2018 (foto: José Luiz Silva/CAL)

O Linense receberá R$ 450 mil pela venda dos direitos econômicos do meio-campista Murilo Henrique, de 25 anos, ao Jeonbuk Motors, da Coreia do Sul. O jogador defendeu o CAL no Paulistão de 2018 e depois foi emprestado para Ponte Preta, Novorizontino e Botafogo de Ribeirão Preto, clube pelo qual disputou o Brasileiro B. Segundo o presidente Leandro Asato, que decidiu estender o contrato com o jogador em 2018, o negócio foi conduzido pelo Botafogo, clube pelo qual se destacou marcando nove gols em 35 jogos. O contrato com o Linense terminaria no final de 2020 e na metade deste ano, Murilo poderia assinar um pré-contrato com outro clube. O Debate apurou que o valor total da transação ficou em torno de R$ 1,300 milhão. “Esse dinheiro será fundamental para o clube manter as contas equilibradas na A-3. A cota repassada pela Federação é de R$ 310 mil, pagos em cinco parcelas de R$ 62 mil e cobre o pagamento da folha do elenco de jogadores e comissão técnica. Para os outros custos, funcionários, alimentação, viagens e manutenção de CT é preciso buscar outras fontes”, explicou Leandro. Matéria completa na edição impressa.

© Copyright 2020 - Jornal Debate