publicidade

Geral

Falta iluminação, acostamento e CEP no bairro Antônio Alfonso

no dia 24 de fevereiro de 2020 às 20:40
- Matagal onde deveria haver acostamento (foto: Emerson Secco)

O acesso ao bairro Antônio Alfonso, no prolongamento da rua Minas Gerais, logo depois da Vila Militar e do Jardim São Roque, carece de iluminação e acostamento. A falta dessa infraestrutura básica torna o trecho de estrada bastante perigoso. O morador Alexandre Cardoso procurou a reportagem do Debate e da Rádio Alvorada para expor a situação e cobrar providências da Prefeitura.

Ele tem um automóvel, mas, muitas vezes, prefere ir ao trabalho, na cidade, de bicicleta. “É muito perigoso, está tudo escuro e não tem área de escape na pista. Já fui atingido por um veículo. Será que vai precisar morrer alguém para a Prefeitura tomar providências?”, reclama. O bairro foi inaugurado há cerca de um ano. É válido ressaltar que os moradores do Jardim São Roque enfrentam o mesmo problema. Boa parte do trecho da estrada é paralela à área militar, que está tomada por mato.

Sem localização

O bairro ainda não foi incluído no cadastro de reconhecimento junto ao Google e por isso as ruas não têm CEP. Além de não receberem correspondência em casa, os moradores também não conseguem instalar um serviço de internet. Alexandre já esteve na Prefeitura e também nos Correios pedindo providências e exibe um documento datado de 27 de dezembro de 2018. “Fica um empurrando para o outro”, protestou.

© Copyright 2020 - Jornal Debate