publicidade

Polícia

Duplo feminicídio em Sabino

no dia 07 de maro de 2020 às 08:41
Atualizada em 09 de maro de 2020 às 21:37
- Débora, 27 anos, e Lúcia, 44 anos (foto: redes sociais)

A Polícia registrou na madrugada de hoje um duplo feminicídio em Sabino, a 32 quilômetros de Lins e com 5,5 mil habitantes.

Um caminhoneiro, de 34 anos, matou a sogra, 44 anos, e depois a ex-mulher, 27 anos, alvejando-as com tiro na cabeça. A ex-mulher chegou a ser socorrida com vida para a Santa Casa de Lins, mas não resistiu ao ferimento e morreu três horas depois.

O casal estava separado e a mulher morando com a mãe, na rua Antônio Camilo, no Jardim Imperial.

Segundo o registro policial, Washington Luís Mello, aos 40 minutos de hoje, parou o caminhão defronte à residência, pulou o muro e arrombou a porta da frente; na sala atirou primeiro na sogra, Lúcia Aparecida Pavanelli Piona, alvejando-a na cabeça, com um tiro próximo ou encostado e, em seguida, foi atrás da ex-mulher, Debora Cristina Pavanelli Mazo, que correu para a cozinha, onde ele atirou em sua cabeça.

Um vizinho relatou que o caminhoneiro saiu da casa correndo com a arma na mão e disse a ele para cuidar do seu filho, de apenas um ano.

O delegado de Sabino, André Ricardo Hauy, registrou o homicídio qualificado/feminicídio.

 

 

© Copyright 2020 - Jornal Debate