publicidade

Polícia

Prefeitura denuncia à Polícia Civil mulher que propagou informações falsas sobre o novo coronavírus

no dia 24 de maro de 2020 às 08:46
- Secretária e procuradora jurídica foram à Polícia Civil registrar ocorrência (foto: Emerson Secco/arquivo)

A secretária municipal de saúde, Cláudia Regina Nunes, e a procuradora jurídica do município, Daniela Renata Ferrer de Mello, procuraram a Polícia Civil no sábado, dia 21, por volta das 20 horas, para registrar uma queixa-crime por falso alarme, contra uma mulher de 40 anos.

Segundo consta no registro policial assinado pelo delegado Thales Anhesini, a secretária de saúde disse que a munícipe propagou em sua conta pessoal no Instagram, que é aberta ao público em geral e possui 1.371 seguidores, um falso alarme sobre a existência de 80 casos de Coronavírus (Covid-19) no município de Lins, o que não corresponde à verdade apurada até aquele momento pelas autoridades de saúde.

A secretária repassou ao delegado gravação da postagem por meio da qual é possível verificar que, ao menos duas vezes, a autora relata que não são mais três ou quatro casos e sim 80 casos que não estão sendo divulgados. Ela disse, também, que as pessoas com suspeita estão sendo lacradas dentro de suas casas e, ainda, solicita aos seus seguidores que divulguem o máximo possível, finalizando com a informação de que uma criança de três anos está na UTI com muita falta de ar.

O relato policial diz também que, muito embora tenha sido feita a postagem no stories do Instagram (reprodução apenas durante 24 horas), a fala da autora foi gravada (não se sabe por quem), está circulando em grupos de WhatsApp e chegou até o conhecimento das autoridades locais, inclusive do prefeito Edgar de Souza, provocando apreensão entre os munícipes. As testemunhas não entraram em contato com a autora porque não a conhecem.

A secretária afirmou que até o momento do registro policial, no sábado, dia 21, havia seis casos suspeitos em Lins, dos quais dois estão na UTI com sintomas graves e quatro permanecem em observação em suas residências. No domingo, o prefeito anunciou o sétimo caso suspeito no município.

 

© Copyright 2020 - Jornal Debate