publicidade

Cilmar Machado

ECOS DA QUARENTENA ...

Cilmar Machado no dia 05 de maio de 2020 às 10:58

Durante toda a quarentena, a que também me submeti, venho acompanhando o comportamento emocional dos confinados que, no início, estava muito bom. Todos manifestavam aprovar o isolamento social para preservar a saúde evitando a propagação descontrolada do coronavírus. As messengers eram cheias de exortações favoráveis às medidas adotadas pelo governo para enfrentarmos a pandemia. O tempo foi passando, veio a prorrogação da quarentena e, gradativamente, surgiu um novo comportamento entre a maioria dos confinados.  As mensagens, outrora carregadas de aprovação, começaram a ser substituídas pelo desânimo, insegurança, deprê e até pela revolta de muitos.

            Alguns persistiam na observância das determinações de isolamento social. Outros vociferavam contra a medida alegando a incompetência das autoridades em resolverem rapidamente o problema. Houve vários que alegavam que não poderiam continuar sem trabalhar, que a geladeira já estava vazia e que, se não fossem à luta, a família não teria o que comer.

            Os místicos, das mais variadas religiões, exortavam a procura por Deus e a necessidade de orações ao Criador no sentido de nos livrar do covid-19. Recebi também, pelo Facebook, a manifestação de muitos confinados que arriscavam analisar o pandemônio que esse vírus maligno vem provocando, como uma mensagem divina para que os homens deixassem de lado a busca desenfreada da riqueza e do prazer e se voltassem para a família, filhos e cônjuge.

Um certo alguém arriscou comparar o covid-19 como um replay das pragas do Egito, acontecimento registrado na Bíblia, pelo qual Deus castigava os que não cumpriam suas determinações. Nessa mesma linha, um amigo interpretou a pandemia como verdadeiro sinal de que o chamado anticristo está próximo a encarnar na Terra, onde iludirá verdadeiras multidões com feitos maravilhosos e milagrosos levando muitos à desobediência a Deus e consequente condenação. Vade retro, Satanás! ...

A verdade é que a forma com que a pandemia está sendo tratada no Brasil, a insuficiência de aparelhos e material  necessários para um eficiente combate ao maléfico vírus, têm gerado insegurança em governantes e governados. A resposta a esse desafio está nas mãos da ciência mundial. A busca de uma vacina eficiente deve ser nossa principal preocupação. O mundo já respondeu por inúmeras vezes a idênticos desafios. Não será esse vírus que abaterá a humanidade e porá por terra nossa crença em Deus e na ciência ...

 

cilmarmachado@yahoo.combr

Notícias: Cilmar Machado
Cilmar Machado no dia 07 de julho de 2020 às 09:21
Cilmar Machado no dia 30 de junho de 2020 às 10:04
Cilmar Machado no dia 23 de junho de 2020 às 10:12
Cilmar Machado no dia 16 de junho de 2020 às 09:49
Cilmar Machado no dia 09 de junho de 2020 às 09:30
Cilmar Machado no dia 02 de junho de 2020 às 09:52
© Copyright 2020 - Jornal Debate