publicidade

Cilmar Machado

ABAIXO AS ESTÁTUAS! ...

Cilmar Machado no dia 16 de junho de 2020 às 09:49

Há uma onda no mundo todo em se derrubarem estátuas que representem pessoas que, quando em vida, tiveram altos méritos proporcionando o bem para muita gente e até para a sociedade onde viveram e atuaram, embora que para isso tenham agido muitas vezes de forma venal e até criminosa A moda de se julgar personagens históricos sob a ótica do chamado politicamente correto está virando paranoia mundial! No Brasil, em Sampa, estão querendo derrubar a estátua do bandeirante Borba Gato, alegando que ele escravizava e trucidava os índios o que seria crime contra a humanidade e um péssimo exemplo às novas gerações. E pensar que, certo dia passando por lá, com meu sobrinho de 12 anos, ele olhou a estátua do conhecido bandeirante, com seu chapelão e o velho trabuco e me perguntou se aquela era a estátua de um grade caçador brasileiro de animais. Esclareci suscintamente quem foi Borba Gato e recomendei-lhe que estudasse mais a nossa história.

A que ponto chegamos! Julga-se à luz dos dias atuais, sem ser  levado em conta o contexto histórico, isto é, como era a sociedade naquela época, o que se esperava de seus integrantes, o que a situação de momento exigia de cada um deles. E o que o Brasil e a sociedade ¨lucraram¨ com a ação desses pioneiros? O julgamento histórico, a exemplo das moedas, têm duas faces. Focar somente seu lado obscuro e negativo revela alto grau de intolerância, hoje muito comum na nova geração. A ela interessam apenas o aqui e o agora. O que importa é tão somente o hoje. Isso leva ao supremo adeus ao passado, à tradição, à nossa história. O chamado comportamento do politicamente correto é moderno, intolerante e devastador. Querem que os personagens de nosso país sejam tão somente lembrados nos bancos escolares, no Google e nos livros de História. Estamos nos esquecendo de que uma nação sem a representação de seus heróis é vazia e sem sentido. Daqui a pouco vão querer derrubar as estátuas de Caxias, Tamandaré, de muitos outros e até a de JK ( fundador de Brasília) e por aí vai. Estamos observando uma geração que muito julga e pouco tolera. E isso é mau.

Dentro dessa distorcida lógica já pensou se tal comportamento se estender à vida pessoal e familiar de cada um de nós? Aí chegaremos ao extremo de não mais cultuarmos nossos antepassados e aposentarmos de vez até mesmo as fotos que os relembrem. Para que guardá-las se o que foram e fizeram não interessa a mais ninguém? A que extremos chegamos! E tudo em nome do malfadado ¨politicamente correto¨. Valha-nos, Deus! ...

 

cilmarmachado@yahoo.com.br

Notícias: Cilmar Machado
Cilmar Machado no dia 04 de agosto de 2020 às 09:27
Cilmar Machado no dia 28 de julho de 2020 às 09:54
Cilmar Machado no dia 21 de julho de 2020 às 09:42
Cilmar Machado no dia 14 de julho de 2020 às 09:56
Cilmar Machado no dia 07 de julho de 2020 às 09:21
Cilmar Machado no dia 30 de junho de 2020 às 10:04
© Copyright 2020 - Jornal Debate