publicidade

Geral

Fogo consome 20 alqueires de propriedade e ameaça casas no Jardim das Paineiras

no dia 29 de setembro de 2020 às 08:34
- Equipes trabalham para conter o incêndio (foto: Defesa Civil)

Um incêndio de origem desconhecida em chácara na área urbana consumiu aproximadamente 20 alqueires entre pastagens, bambuzais e APP (Área de Preservação Permanente). O fogo começou no domingo, por volta das 12 horas. Soldados do Corpo de Bombeiros e equipes de apoio combateram o incêndio até as 17h30. Não houve registro de pessoas feridas, desaparecidas, mortas, desalojadas ou desabrigadas.

O incêndio foi controlado pelas equipes do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, caminhões pipa da Usina Lins, Sabesp e da Secretaria Municipal de Agropecuária, Meio Ambiente e Sustentabilidade.

Segundo o coordenador da Defesa Civil de Lins, Wagner Saoncella, o incêndio surgiu na chácara Alves Villela, localizada entre os bairros Santa Terezinha e Jardim Paineiras. “Diante da baixa umidade do ar, o incêndio se propagou com grande velocidade devido ao vento e atingiu áreas de vegetação natural (pastagem), bambuzais e APP. Várias moitas de bambu de grande porte caíram sobre três imóveis na rua Lázaro Alves Amorim, nos números 33, 53 e 63 (Jardim das Paineiras). As chamas foram contidas pelas equipes de apoio que utilizavam caminhões pipa. Funcionários da Prefeitura retiraram os resíduos de bambus”, explicou Saoncella.

O fogo alterou a temperatura na cidade e provocou nova “chuva” de fuligem. De vários pontos era possível ver a fumaça provocada pelo incêndio.

No dia 5 de setembro, outro incêndio em vegetação de grandes proporções consumiu cerca de 950 hectares e lançou grande quantidade de fuligem sobre a cidade.

© Copyright 2020 - Jornal Debate