publicidade

Geral

Cobertura dos galpões do IBC foi quase toda furtada

no dia 09 de janeiro de 2021 às 09:38
Atualizada em 09 de janeiro de 2021 às 13:04
- Situação dos galpões (foto: Divulgação)

Sem uso e nenhum responsável pela conservação, os antigos barracões do IBC (Instituto Brasileiro do Café), um patrimônio do Governo Federal, estão sendo destruídos. Ladrões de metal já removeram quase toda a cobertura. Como o Debate noticiou em sua edição de 29 de dezembro de 2020, há, também, depredação de outras estruturas dos prédios. A Polícia Militar já flagrou duas vezes pessoas furtando metais, o que resultou em boletim de ocorrência e prisões.

Os galpões, que ficam nas imediações do CAIS Clemente Ferreira, são de propriedade do Governo Federal, sob a responsabilidade da Secretaria de Patrimônio Geral da União (SPU) que os alugou para a fábrica de latas após intermediação da Prefeitura, na gestão da ex-prefeita Valderez, há cerca de 20 anos.

Nossa reportagem apurou com membros da equipe de governo cujo mandato terminou em 31 de dezembro, que o valor do aluguel era de R$ 23 mil mensais. A empresa pagava para a Prefeitura que repassava o dinheiro à SPU.

Essa mesma fonte informou que, a partir da saída da fábrica de latas, o ex-prefeito Edgar de Souza pleiteou junto à SPU a doação ou cessão dos galpões para o município, mas ouviu que o interesse da União é vender ou alugar.

© Copyright 2021 - Jornal Debate