publicidade

Geral

Santa Casa emite nota de alerta sobre risco de colapso da capacidade de atendimento

no dia 02 de março de 2021 às 17:23
- Trecho da nota do hospital (foto: Reprodução)

No domingo, dia 28, o presidente do Conselho Administrativo da Santa Casa emitiu uma nota à população de Lins e região pedindo a cooperação quanto a adoção das medidas de segurança relativas a Covid-19 e de alerta sobre os níveis de ocupação dos leitos destinados aos pacientes com a doença. Veja a seguir a íntegra da nota: A Associação Hospitalar Santa Casa de Lins informa a população de Lins e das cidades do seu entorno, assistidas pelo hospital, que nos últimos 20 dias houve um aumento expressivo de atendimentos no Pronto Socorro e de internações com diagnósticos confirmados de Covid-19, ocupando hoje (28 de fevereiro, data da divulgação da nota) 100% dos leitos da UTI e 94% dos leitos da enfermaria destinados aos pacientes com Covid. O percentual supera a média diária de hospitalizações Covid 19 das semanas anteriores.

Hoje, o hospital conta com 10 leitos de UTI e 17 leitos de enfermaria destinados exclusivamente a pacientes acometidos pela Covid-19, dimensionados com equipamentos e compostos por profissionais médicos, de enfermagem, fisioterapeutas e de apoio que estão na linha de frente.

É importante destacar que além dos atendimentos relacionados à Covid-19, a Santa Casa de Lins atende a outras demandas de internações de urgência/emergência e atendimentos como obstetrícia, traumatologia, UTI Neonatal e outras especialidades clínicas.

Este novo cenário e os desafios impostos pela alta contaminação da Covid-19 alerta a sociedade para a necessidade da manutenção das medidas de prevenção, amplamente divulgadas pelas mídias, tais como: usar máscaras em qualquer ambiente, fechado ou ao ar livre; respeitar o distanciamento social; não promover e nem participar de aglomerações; e fazer a higienização das mãos com frequência.

Além disso, a Santa Casa de Lins, vem adotando medidas internas de orientação a familiares acerca dos protocolos de circulação no hospital, visitação e horários para boletins médicos, sempre com o olhar prevencionista e humanizado, de modo a oferecer uma melhor assistência aos pacientes e seus familiares.

Atenciosamente, José Aparecido Mota, presidente do Conselho de Administração

 

© Copyright 2021 - Jornal Debate