publicidade

Geral

Nova direção da Apae quita R$ 400 mil das dívidas em 18 meses

no dia 19 de julho de 2021 às 21:02
- Hélio Ruiz reunido com funcionários da instituição (foto: Divulgação)

O presidente da Apae de Lins (e que atende também a região) Hélio Ruiz encaminhou ao Debate um balanço dos primeiros 18 meses de gestão, iniciados em janeiro de 2020. Ele recorda que ao assumir a instituição descobriu uma dívida de R$ 1,070 milhão, CND (Certidão Negativa de Débitos) desativada, salários e 13º atrasados, nenhum dinheiro em caixa, funcionários desmotivados, poucos colaboradores, estrutura em condições irregulares e um déficit mensal superior a R$ 20 mil. “Em fim, era o pior cenário possível”, comentou.

Suas primeiras medidas foram pedir um voto de confiança aos funcionários, priorizar o pagamento em dia (dos salários), recuperar a CND (sem ela não podia receber repasses e verbas públicas), buscar ajuda com empresários e poder público e criar alternativas de renda. “Todos os nossos 31 colaboradores abraçaram e confiaram em nosso propósito, vestiram a camisa da entidade, a população passou a colaborar mais, a imprensa foi fundamental também, nossos governantes locais e regionais passaram a olhar a Apae de Lins com outros olhos e fomos à luta”, comentou.

A diretoria completa metade do mandato e os números são animadores. “As contribuições mensais chegam a alcançar até R$ 7 mil, os funcionários estão recebendo em dia, as ações trabalhistas foram renegociadas e as parcelas estão dia. Prefeituras de Lins e da região, governo do Estado e governo federal voltaram a fazer os repasses regulares. Com isso, as contas do dia a dia estão sendo pagas no vencimento e 100% da dívida foi parcelada. Conseguimos zerar o déficit mensal”, destacou.

Segundo o presidente, a dívida que há um ano e meio era superior a R$ 1 milhão, caiu para R$ 670 mil. “Nesse curto período, conseguimos quitar R$ 400 mil, e mais importante de tudo, sem contrair novas dívidas e despesas. Graças a união de todos, funcionários, pais, população, empresários, imprensa, políticos e demais colaboradores, hoje a Apae de Lins está nos trilhos, com um futuro próspero à frente”, ressaltou.

Valor da dívida conforme saldos de parcelamentos

Parcelamentos INSS: R$ 22.442,39; FGTS: R$ 217.314,53; e SISPAR: R$ 87.527,66.

Salários atrasados: R$ 120.345,91; homologações pendentes: R$ 2.300,30; 13º salário atrasado: R$ 35.745,11; ações trabalhistas: R$ 186.475,83. Total: R$ 672.151,73.

© Copyright 2021 - Jornal Debate