publicidade

Geral

Em Lins, Procon não vê abusos no preço do arroz

no dia 12 de setembro de 2020 às 09:10
- Reunião na Prefeitura com gerentes de supermercados (foto: João Coelho-Codec)

O preço do arroz, feijão e do óleo disparou nas gôndolas dos supermercados. Após receber inúmeras denúncias, o Procon de Lins, sob a coordenação de Natália de Lava Assunção de Andrade (entrou no lugar de Luiz Henrique de Andrade Caetano, que foi exonerado), reuniu-se ontem à tarde com gerentes de supermercados do município. “Realmente está alto o preço do arroz, mas não é só no município de Lins. Os gerentes me mostraram as planilhas com o custo que têm com esses produtos e o lucro com o preço de venda, e a margem de lucro está normal ou até abaixo do praticado”, explicou. O arroz tipo 1, pacote de 5 quilos, é vendido na faixa de R$ 20,00 a R$ 23,00.

© Copyright 2020 - Jornal Debate