publicidade

Geral

Rede de proteção recebe de 15 a 20 denúncias por mês

no dia 19 de maio de 2022 às 09:14
- Dia 18, foi o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (foto: Patrícia Figueiredo/Câmara)

A Câmara de Lins sediou na terça-feira, dia 17, o 1° Seminário de Proteção a Infância, evento que faz parte das ações do Maio Laranja. Ontem, dia 18, foi o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. “Com esse evento, nós queremos fortalecer a rede de proteção e mostrar à sociedade que estamos agindo e coagindo os abusadores”, disse o presidente do Conselho Municipal de Defesa da Criança e do Adolescente (CMDCA), Anderson Pereira Guedes.

Segundo ele, com a pandemia da Covid-19, houve um aumento de 40% no número de denúncias -- em 2020 e 2021, 95 casos foram denunciados no município, 15 confirmados. “Nesse período de pandemia aumentou muito, crianças cujos pais trabalham tiveram que ficar com amigos, conhecidos ou parentes. É nessas situações que acontece a maioria dos abusos, alguém de confiança da família”, observou. Atualmente, ressaltou a rede de proteção recebe de 15 a 20 novos casos denunciados por mês.

Experiente conselheira tutelar, a professora Selma Moraes Peres enfatizou a importância de falar sobre o tema nas escolas. “Na nossa trajetória e experiência de Conselho Tutelar, temos percebido que, na medida em que existe essa conversa dentro das escolas, as crianças se encorajam em se manifestar. Quando chega o mês de maio, que as professoras falam, que as tias falam – mesmo nas creches com crianças de 4 e 5 anos – as crianças se manifestam”.

Denúncias: Conselho Tutelar (99897-5504) ou Disque 100, 190 ou 197. Leia mais sobre o seminário na página 3

 

 

© Copyright 2022 - Jornal Debate